Uma madrugada no YouTube


Madrugada de véspera de feriado. Fui a uma festa com uma amiga e uma bichinha que parecia até menor de idade, travada de pó, resolveu me tirar para sua nova presa. Não me interprete mal, caro leitor ou leitora, mas qualquer ser humano tem o direito de dizer “não” a outro que deseje seu corpo, ou queira ter alguma sorte de relacionamento além do superficial “oi-como vai-tudo bem-legal”.

Eu também não estava com o menor saco para ficar aturando gente bêbada e sem noção achando que isso é diversão — talvez até seja, mas não para mim, especialmente hoje. O resultado é que voltei cedo para casa e acabei indo para o YouToube procurar uns vídeos que me agradariam, ou que me torturariam, mas uma tortura, digamos, até desejada.

Primeiro, eu quis ver o clipe de Cavalgada, do Roberto Carlos. Fossa, fossa e meia, e acabei vendo também Detalhes (nessa gravação de 1976 o cara que toca cravo dá umas viajadas legais). Procura daqui, procura dali, e acabei ouvindo Tudo Que Se Quer, mais conhecida como o tema de o Fantasma da Ópera, e nos vídeos relacionados, por algum motivo, estava a Dança dos Macacos, que eu duvido que alguém não tenha visto ainda; se não viu veja, mas já aviso que não é sobre a blogosfera brasileira.

Bem, até aqui a madrugada no YouTube não estava sendo nada que merecesse figurar no Blogue do Janio, mas a Dança dos Macacos reservava um incentivo extra para eu continuar pesquisando: a trilha sonora do vídeo, que aparece lá pela metade, é muito agradável, e durante um tempão eu tive curiosidade de saber que música era aquela, mas nunca o suficiente para pesquisar. Hoje eu vi que a música se chama “Music for a Found Harmonium” (linkzinho porque quem não sabe o que é vai querer saber), e fiquei viajando em como alguém poderia vir a achar um harmônio por aí, ou como outrem perderia um instrumento desses!

Enfim, o fato é que tentei ouvir a música por si mesma, e pesquisei pelo seu título no YouTube. Jurava que não viriam resultados, mas, oh! Surpresa! Não só vieram resultados como conheci uma banda para lá de bacana, chamada Penguin Cafe Orchestra (nada a ver com o Linux, zelotes, preservem seus hormônios). Pelo que pude deduzir, em 1989 a BBC transmitiu um programa só com interpretações deles, que alguém gravou em VHS e agora digitalizou e disponibilizou no YouTube. A qualidade de imagem e de áudio é excelente. Veja:


(Ver no Youtube)

Escolhi esta música para ilustrar o texto primeiro porque foi por ela que cheguei a conhecer essa orquestra tão deliciosa de se ouvir, e segundo porque esta faixa parece ser a última do programa da BBC, e aparecem no final os nomes dos integrantes da banda.

Todas as faixas são ótimas, mas recomendo especialmente Salty Bean Fumble, que é surpreendende, e Perpetuum Mobile, que tem uma harmonia semelhante à de Music for a Found Harmonium, mas é executada por piano e violinos. Lindo.

Quem quiser ouvir mais da música dos caras, pode pesquisar pelo nome deles no Youtube.

E quem quiser me dar um presente que eu vou adorar, pode me mandar um exemplar do Broadcasting From Home ou do Brief History, facilmente encontráveis online.

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 14
Uma madrugada no YouTube

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.