Cuidado com o Roberto Machado


Descobri em quem se inspiraram para compor a Irmã Selma¹. Foi no Roberto Machado.

Diferente da freira, que reza, o Roberto espragueja… e acontece!

Felizmente, eu só passei por uma situação de ter sido roubado, numa época em que nem blogueiro eu era; uns piás levaram um celular velho e tosco que eu tinha, cujo maior valor não era a bateria que durava menos de 24h, ou as teclas tão gastas que minha sorte era ter memorizado a posição de todas elas. Quando me roubaram esse celular, numa noite de verão, final de semestre, quando eu saía do trabalho para ir para casa (eu lecionava), levaram o registros das últimas palavras que troquei com alguém muito especial que acabou indo embora mais cedo desse mundo.

Digressões à parte, ser roubado dá mesmo uma raiva muito grande na gente.

Esse post manda um agradecimento especial² ao Sérgio, do blog Trivial.

_____
1: Para quem ainda não viu, segue o vídeo da Irmã Selma.

2: O Sérgio começou com essa mania de colocar “notas de rodapé” nos posts do blog dele, e a idéia está se popularizando; não pretendo render-me a ela, mas quando se fizer adequada, eu a utilizarei!

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 8
Cuidado com o Roberto Machado

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.