Comprando com segurança no Mercado Livre


No artigo O calote no Mercado Livre o Marco Gomes conta da sua frustração ao efetuar uma compra de um produto de R$ 1.500,00 (uma câmera digital) pelo Mercado Livre, e além de não ter recebido o produto que comprou agora passa por mais dissabores para resgatar o dinheiro que depositou antecipadamente.

Felizmente, eu sempre tive boas experiências com o mais famoso site de leilões do Brasil, tanto comprando quanto vendendo (quanto participando do seu programa de afiliados, o MercadoSócios). Uma única vez recebi um produto avariado (um teclado para o iPaq), mas no mesmo dia o vendedor acertou a devolução comigo, e ficou tudo certo.

Credito esse índice de sucesso a um pouco de sorte, claro, e a algumas regrinhas que acabei criando para evitar situações potencialmente problemáticas.

  • Não importam a quantidade de pontos e avaliações positivas do vendedor, elas podem ser produzidas artificialmente. Procuro antes ler as qualificações negativas, e a resposta dada ao comprador insatisfeito. Vendedores que xingam compradores insatisfeitos, por mais que estes não tenham razão nas reclamações, não merecem confiança.
  • Lojas costumam ser mais confiáveis para comprar do que vendedores individuais, mas já vi gente com milhares de pontos virando a mesa e dando calote em um grande número de compradores de uma vez só.
  • Nunca compro nada mais caro do que algum dinheiro que se eu perder não fará falta. Hoje meu limite para compras no Mercado Livre é de cem reais. Qualquer produto mais caro que isso terá de ser submetido a outros critérios antes de eu efetivar uma compra.
  • Nunca compro de vendedores que dizem que aceitam MercadoPago, mas exigem que se libere o dinheiro antes de receber a mercadoria. Isso é fraudar o sistema.
  • Sedex a Cobrar não é garantia de nada. Você primeiro paga aos Correios para depois ter o direito de abrir o pacote; caso algo saia errado será necessário fazer um longo e penoso processo que poderá não resolver seu problema. (Por favor, quem tiver mais informações sobre esse tópico, queira deixar um comentário explicando melhor. Obrigado.)
  • Caso o produto que eu queira ultrapasse o teto que estipulei, eu só compro em duas situações: ou o vendedor concorda em receber depois que eu tiver o produto em mãos, o que compreensivelmente nunca ocorre; ou eu só compro se o cara for de Porto Alegre e eu puder dar o lance no site, mas efetivar o pagamento cara a cara com ele, depois de experimentar o produto em compra.
  • Nunca compro o produto mais barato de todos.

Naturalmente, estas regras não garantem ausência total de problemas, mas ajudam muito a evitar situações muito constrangedoras.

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 14
Comprando com segurança no Mercado Livre

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.