Como fazer um workaholic passar um dia inteiro passeando


Barra Shopping, Rio de Janeiro

Barra Shopping, Rio de Janeoro

Sabe como você faz para obrigar um workaholic a passar um dia inteiro passeando? Simples! Tire o computador dele.

Comigo, pelo menos, funciona.

Como faz pouco tempo que estou morando no Rio de Janeiro, ainda não trouxe todas as minhas coisas para cá. Falta trazer o iMac, a cadeira, e as roupas como terno e gravata, que espero nunca mais ter de usar na minha vida.

Por esta razão, o MacBook está sendo minha única estação de trabalho por enquanto, e ele vem segurando muito bem a onda, devo dizer.

No sábado à noite, quase domingo já, o MacBook ficou repentinamente lento, uma lentidão que eu não via desde quando usava Windows. Fui fechando os aplicativos abertos, um a um, mas nada resolvia. Alguns aplicativos sequer fechavam. Até que apareceu a famigerada e quase desconhecida “tela da morte” do MacOS X.

Quando uso o 3G  da Claro é comum que a tela da morte apareça, e por isso não foi com mais do que algum enfado que desliguei o computador e o religuei.

Só que o MacBook não deu mais boot. Só aparecia uma mensagem dizendo que o dispositivo de boot estava inutilizável, e pedindo para inserir outra mídia.

É claro que eu fiquei apavorado, e saí ligando pros meus amigos. Um deles inclusive ofereceu o notebook dele para eu trabalhar enquanto providenciava o conserto do MacBook.

Então combinei com ele um encontro no Barra Shopping, para almoçarmos, falarmos besteira e eu pegar o notebook dele emprestado.

Mas eis que tive a ideia de tentar reinstalar o MacOS X no MacBook, o que teria sido facílimo se os dois DVDs de instalação do Snow Leopard ainda não estivessem em Ribeirão Preto.

Fui dormir com toda a frustração possível, e no domingo acordei cedo. Fui para o metrô, do metrô para aquele ônibus que chamam de “metrô de superfície”, e fui ao Barra encontrar o Marco. Lá tive a ideia de comprar um DVD do Snow Leopard, que custou apenas R$ 79,00 (para seu espanto, acostumado que está aos preços dos softwares da Microsoft).

Compra feita, instalei-me no café da FNAC, inseri o DVD no drive, liguei o computador e… nada! Também não dava boot.

Até que lembrei remotamente e ter lido alguma coisa sobre ligar o computador com a tecla C pressionada. Fi-lo (porque qui-lo), e pimba! O Snow Leopard começou a ser instalado em meu computador!

Quarenta minutos depois eu estava com meu MacBook novamente funcionando, sem ter perdido meus históricos, nem emails, nem downloads, nem documentos, nada. Para não dizer que não houve efeitos indesejados, o iTunes não acessa mais minha conta na AppleStore, mas isso é o de menos (continuo acessando pelo iPhone).

Agora, mais importante que a aventura em torno do notebook foi o fato de eu ter tirado — mesmo que compulsoriamente — um dia de folga. Passei, vi vitrines, vi gente, e nem por isso o mundo acabou.

Bem, o próximo passo é um domingo inteiro na praia, sem telefone. Será que eu consigo?

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.63
Total de Votos: 8
Como fazer um workaholic passar um dia inteiro passeando

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.