Como eu faço para comprar passagem aérea barata


Se alguém me dissesse há uns dez anos atrás que eu me tornaria tão assíduo frequentador de aeronaves comerciais, eu daria risada. Se alguém me dissesse que eu teria tantas casas em tantos lugares ao mesmo tempo, que eu usaria mais avião para me transportar do que ônibus ou metrô, eu pensaria que a pessoa estava doida.

Entretanto, hoje viajo todo mês, pelo menos uma vez. Há meses em que viajo duas vezes, e já aconteceu de fazer três viagens. E disso acabei desenvolvendo um método próprio para garimpar passagens aéreas baratas, e vou partilhá-lo agora.

É desnecessário, mas vou dizer assim mesmo: esse é o meu método de conseguir passagens aéreas com preços bons, não quer dizer que seja o melhor.

Ter noção dos preços

Para saber se o preço que vou pagar numa passagem é barato ou não, preciso ter noção dos preços médios das passagens para os trechos que vou viajar. Em outras palavras, a passagem aérea vai ser barata com relação ao quê? Ao preço da passagem de ônibus? Ao meu fluxo de caixa?

Pesquisar em todas as companhias

Para garantir que comprarei minha passagem aérea com o menor preço, costumo pesquisar nos sites de todas as companhias (que atendem os destinos para onde viajo). Embora hoje a Webjet tenha os preços mais acessíveis, não dá para ignorar que eventualmente as outras companhias possam estar com preços melhores.

Além disso, companhias aéreas menores, como a Passaredo e a Trip, muito menos divulgadas do que as mais poderosas, podem surpreender em termos de preços, até porque suas aeronaves são menores e mais econômicas.

Antecipação

Talvez este seja o principal fator para conseguir passagem de avião barata: pesquisar e comprar com antecedência, a máxima possível.

Os preços das passagens aéreas podem variar de maneira inacreditável de acordo com a proximidade da data do voo.

Horários alternativos

Uma coisa que parece absurda, inexplicável, é que se você pesquisar preços de passagens durante o dia vai obter um resultado, mas se pesquisar de madrugada, pode obter outro.

Na verdade, são “promoções relâmpago” que muitas companhias aéreas fazem durante a madrugada, sem anunciar nada, e durante um período muito curto.

Menos Rapacidade

Um dos grandes problemas que eu vejo nas pessoas é que elas ficam cegas pelo desejo desmedido de levar vantagem em absolutamente tudo. É o que motiva os malditos clubes de compra a existirem, e que faz com muitas empresas acabem se tornando escravas do menor preço, em detrimento da qualidade.

Já vi gente perdendo oportunidades ótimas de comprar passagem aérea barata simplesmente porque acreditou na furada de “vai baixar mais ainda”.

Se eu vejo uma oferta que eu sei que é barata (porque tenho noção de quanto custa viajar para os destinos costumeiros), tenho disponibilidade para comprar e certeza de que vou viajar naquelas datas, eu compro a passagem e paro de ficar pesquisando: se o preço baixar, não vou ficar sabendo; se subir, minha passagem aérea a preço justo está garantida.

Outra coisa é tomar cuidado com as promoções de passagem aérea a um Real. Normalmente são um engodo, pois você paga a ida a um Real e a volta custa a tarifa cheia, o que provavelmente acaba custando bem mais caro do que comprar os dois trechos numa promoção mediana.

Conclusão

Comprar passagem aérea barata requer paciência, informação e e um pouco de sorte, mas acima de tudo antecipação e planejamento. Meu método provavelmente contém muitas falhas, e eu ficaria muito contente se alguém com mais conhecimento usasse os comentários para acrescentar mais dicas sobre o assunto.

Compartilhe

Glossário
Hoje
Hoje, no caso, é o dia em que este texto está sendo redigido.
Hoje Viajo Todo Mês, Pelo Menos Uma Vez. Há Meses Em Que Viajo Duas Vezes, E Já Aconteceu De Fazer Três Viagens
Razão pela qual não posso ter um gato ou cachorro: o bicho sofreria demais com minhas ausências

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.73
Total de Votos: 11
Como eu faço para comprar passagem aérea barata

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.