As novas técnicas dos spammers


Spammers são mesmo uma raça nojenta. Acredito que se houvesse uma catástrofe nuclear apenas duas espécies restariam: as baratas e os spammers. Mas verdade seja dita: estão sempre se reinventando e readaptando, assim como as baratas, e talvez por isso sejam tão resistentes — apesar de nojentos.

Spams de comentários em blogs, por exemplo: até pouco tempo atrás usavam robôs de geração de texto que pegavam palavras soltas de dicionários e criavam frases desconexas, inseriam caracteres desconexos no início ou no fim do texto, e saíam poluindo os blogs alheios com seus dejetos digitais.

Agora, vejo uma nova geração de spam, que ainda não está sendo corretamente identificado pelo Akismet: os FDPs agora estão usando um banco de dados de citações de gente famosa ou nem tão famosa assim. Ou seja, as frases que eles enfiam no blog da gente já não são mais desconexas e sem sentido, são bem inteligentes e bacanas, só que sem contexto.

Outra forma de spam que alguns energúmenos estão fazendo agora é mandar propagandas de seus sites insossos na forma de “press releases”. Quando a gente diz que vai denunciar ao host deles, vêm com as velhas desculpas de spammers imbecis: primeiro tentam convencer que são seu amigo (“sou um leitor do seu blog”), depois ficam agressivos (“se não quer receber e-mails não publique o endereço no site”), e por fim demonstram que são apenas a escória mesmo (“você não entende nada de Internet, um press release não pode ser considerado spam, BCC não é spam”).

Ora, qualquer ser humano (spammers não entram nessa categoria, naturalmente) com mais de dois neurônios sabe que um endereço de e-mail publicado em um site serve para que pessoas entrem em contato com o dono do site. Todos os dias recebo mensagens em meu e-mail de gente que leu alguma coisa em algum dos blogs, e quis comentar mais de perto. Muitas dessas conversas inspiram textos que vêm parar aqui, outras acabam ficando apenas entre meu interlocutor e mim.

Além do mais, isso aqui é um blog, assim como o Lucrando na Rede, e não um veículo de imprensa. Não vejo por que alguém que não estivesse agindo de má fé enviaria um press release para um blog pessoal!

Para finalizar: se você tem um site que gostaria de ver divulgado aqui, entre em contato e encomende uma resenha paga. Custa menos do que você imagina, e eu certamente não vou falar mal de você (a não ser que o site mereça) nem omitir os links, como fiz nesse texto aqui, que só tem os links patrocinados inseridos automaticamente.

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.69
Total de Votos: 13
As novas técnicas dos spammers

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.