aLinks e acentuação: eu consegui!


Todo mundo que usa o WordPress e o aLinks sabe que o plugin é uma mão na roda para todo mundo. Contudo, quase todo mundo que já tentou usar o desgraçado com palavras-chave acentuadas ficou na mão, porque o danado não sabe muito bem lidar com as diversas codificações de caracteres especiais existentes.

Comigo o problema não se manifestava, enquanto eu usava Latin1 nos meus blogs (sim, eu fiquei o maior tempão sem atualizar o WordPress). Mas quando instalei uma nova versão que força o UTF-8 para os caracteres internacionais, a maionese desandou.

De saco cheio de ficar à mercê de gente que não está nem aí para os pobres rapazes latino-americanos, sem dinheiro no banco, sem parentes importantes, e vindos do interior, assim como eu, resolvi gastar um tempo estudando o funcionamento do plugin, e finalmente cheguei a uma solução, que pode ser lida em Inglês macarrônico aqui: I found a solution for aLinks and international characters.

São quatro e meia da manhã, e o cérebro está pedindo descanso (“cérebro” deve ter virado um link automático pelo aLinks). A solução é trabalhosa, mas funcionou para mim. Se quiser tentar, previna-se com um backup completo de seu site antes de mais nada, e não me venha chorar as pitangas por aqui, pois você vai ter que fazer coisas de gente grande para ter seu aLinks devidamente domado.

E se alguém quiser me pagar uma cerveja por ter encontrado e compartilhado esse hack, é só entrar em contato por e-mail que eu mando o número da conta para depositar.

Technorati : aLinks, php, plugin, wordpress

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 10
aLinks e acentuação: eu consegui!

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.