#365Posts – O Escorpião e o Sapo

Sempre gostei de fábulas, e esta fala da natureza dos seres. Qual é a sua?


O escorpião aproximou-se do sapo que estava à beira do rio. Como não sabia nadar, pediu uma carona para chegar à outra margem.

Desconfiado, o sapo respondeu:

— Ora, escorpião, só se eu fosse tolo demais! Você é traiçoeiro, vai me picar, soltar o seu veneno e eu vou morrer!

Mesmo assim o escorpião insistiu, com o argumento lógico de que se picasse o sapo ambos morreriam. Com promessas de que poderia ficar tranquilo, o sapo cedeu, acomodou o escorpião em suas costas e começou a nadar.

Ao fim da travessia, o escorpião cravou o seu ferrão mortal no sapo e saltou ileso em terra firme.

Atingido pelo veneno e já começando a afundar, o sapo desesperado quis saber o porquê de tamanha crueldade. E o escorpião respondeu friamente:

— Porque essa é a minha natureza!

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.4
Total de Votos: 12
#365Posts – O Escorpião e o Sapo

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Um comentário

  • Eu vejo ódio por todo lado #SQN – O Blogue do Janio:

    […] É a energia do ódio que as faz feliz. Nada dá mais prazer aos haters do que odiar. É como diz a parábola do escorpião e do sapo: cada um é aquilo que sabe […]

    Responder

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.