#365Posts – A vida começa aos quarenta


Dos muitos clichês que parecem ser uma mera desculpa para quem está fodido passar a se acreditar em menos más condições, o mais popular me parece ser “a vida começa aos quarenta”. Em 2012 completei os meus primeiros quarenta anos de idade, e agora posso opinar com propriedade sobre o assunto.

É fato que eu sempre aproveitei o melhor que pude cada dia da minha vida, e portanto curti o que de melhor cada idade tinha a oferecer (mamãe, sei que a senhora está lendo isso — não precisa se preocupar, tá?). Talvez pudesse ter curtido um pouco mais a adolescência nos Anos 80, ter ido a mais concertos de rock, namorado mais, talvez experimentado em mim mesmo um pouco do que Timothy Leary acreditava e pregava. Mas, sinceramente, não sinto falta.

Talvez aos vinte eu nem me sentisse tão confortável comigo mesmo quanto me sinto aos quarenta anos de idade. Nunca me senti tão bonito, tão desejado, tão livre, tão inteligente quanto agora. A única coisa que aos vinte anos eu tinha mais do que tenho aos quarenta era tempo livre, o que me permitia ler de três a vinte livros por mês.

A publicidade já se deu conta de que os caras na minha faixa etária estão muito melhores hoje do que jamais poderíamos estar aos vinte anos, a não ser que já fôssemos ricos naquela época. De qualquer forma, é agora, aos quarenta anos, que estou plenamente satisfeito com minha carreira, satisfeito com as escolhas que fiz, feliz por morar onde moro, e afortunado por ter os amores que tenho, inclusive e principalmente meus amigos e minha família.

Assim, não posso afirmar que a vida começa aos quarenta, talvez melhor seria dizer que fica melhor a cada momento, e aos quarenta estou no auge aonde jamais pensei chegar, em termos de satisfação pessoal e felicidade. Estou ansioso por chegar aos cinquenta, aos sessenta, e se for meu destino ir além disto. Tenho certeza que assim como estou curti demais as idades por que passei, como estou adorando ser um quarentão, vou ser muito feliz com as idades que virão, e serei um coroa muito de bem com a vida.

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.85
Total de Votos: 13
#365Posts – A vida começa aos quarenta

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.