#365Posts – A revolução não será televisionada, e sim transmitida por streaming

A revolução não será televisionada, tampouco a televisão será revolucionada. Mas a Internet está se mostrando um valioso recurso na divulgação de informações livres da manipulação da mídia vendida aos desmandos da politicagem escrota que assola o nosso país.


Estou com essa página em branco aberta na minha frente há horas. Quero escrever, mas não sei como começar. Só sei que quero chegar ao final do texto deixando claro que dá orgulho de ser profissional de Internet ao ver tanta gente que se não está lá na Paulista, ou em qualquer outro foco de manifestações, está de casa fazendo a informação fluir, levando vídeos, fotos e relatos que desmentem as versões da mídia tradicional.

Mas não sei o que vou dizer quando alguém me perguntar por que divulgar vídeos de policiais quebrando a própria viatura para botar a culpa nos manifestantes é válido, mas divulgar fotos de bichos mutilados e de crianças famintas do outro lado do mundo não.

Sim, porque eu mesmo já “briguei” com uma amiga, porque ela tinha a mania de ficar mandando mensagens do tipo “enquanto você está aí no bem bom tem gente passando fome na África”, acompanhada de uma foto de criança desnutrida, ou coisa parecida.

Qual é a diferença? Simples.

Uma coisa é você culpabilizar o outro pela condição de vida que ele tem (a de poder se alimentar, por exemplo), como se essa culpa fosse fazer mais fácil a vida dos miseráveis que são usados apenas para alimentar um esquema de culpa e ódio — ou você acha que eu não odiei essa minha amiga com todas as minhas forças, até ter a luz de parar de seguir suas atualizações no Facebook?

Outra coisa é você divulgar informação que serve para trazer à luz a manipulação da informação, o expediente mais velho do mundo para manobrar as massas e fazê-las executar aquilo que os verdadeiros detentores do poder quiserem.

Fico feliz de ver as pessoas enfrentando a mentira e a corrupção com as armas que têm, fico feliz de ver o Tumblr sendo usado para mais do que pornografia ou “humor”, e mais feliz ainda vou ficar se eu descobrir que estou errado na conclusão do – Quando foi que eu “virei’ de direita?" href="https://janio.sarmento.org/365posts-quando-foi-que-eu-virei-de-direita.html" target="_blank">post de ontem.

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.63
Total de Votos: 8
#365Posts – A revolução não será televisionada, e sim transmitida por streaming

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.