#365Posts – a farsa da presença online em tempo integral


Uma das coisas que sempre me causam algum constrangimento é a suposta presença online 24h por dia nas redes sociais, mais notadamente o Feice: são tantos os dispositivos conectados à Internet que fica difícil de lembrar de desconectar todos quando, realmente, não estou disponível para conversar.

Só nesse instante lembro dos seguintes dispositivos com acesso à Internet que podem muito bem estar fingindo uma presença online que não é minha:

  • iMac de casa;
  • iMac da casa antiga;
  • Macbook;
  • iPad;
  • iPhone;
  • Galaxy Note.

Sim, uma pessoa pode argumentar que é insano viver com tudo isso conectado o tempo inteiro. Sim, talvez seja. E sim, eu sei que tem gente que tem muito mais "pontos de conexão" do que eu.

Mas acontece também que cada um sabe a dor e a delícia de ser quem se é, e eu sei porque estou permanentemente em prontidão para estar conectado.

O problema mesmo só começa a surgir quando as pessoas esperam que eu responda a um chamado ou solicitação baseadas no meu ícone "verdinho" no Feice, que nem sempre corresponde à realidade.

A única maneira de resolver o problema seria ser mil vezes mais criterioso com os apepês que instalo e com as senhas que configuro. Não serei.

E assim meus conhecidos seguem indefinidamente pensando que sou prepotente e orgulhoso, e desistem de falar comigo.

Já meus amigos sabem que sou prepotente e orgulhoso, mas não só isso, e reconhecem quando realmente estou online ou quando é só um celular ou tablet em casa, esperando eu voltar do supermercado.

Compartilhe

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.78
Total de Votos: 9
#365Posts – a farsa da presença online em tempo integral

Janio Sarmento
Administrador de sistemas, humanista, progressista, apreciador de computadores e bugigangas eletrônicas, acredita que os blogs nunca morrerão, por mais que as redes sociais pareçam cada vez mais sedutoras para as grandes massas.

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.